Blog de ZéSarmento


PROSIA VI

Ferido e chorando eu uivando vou  girando

Por sentir que a dor não é passageira.

Vou tentando parar de rodopiar

Quando mais energia me aquece e me alimenta

Pondo-me a funcionar com mais velocidade.

Não posso parar

Se isso acontecer

Será o fim

E o fim não deixará margem para recomeço.

O recomeço é bom para quem nasceu de família organizada

Segmentada em rocha sólida

Sem ser de gás evaporante e intoxicante.

Como vou seguindo no puxa repuxa das minhas carnes

Logo sucumbirei

Então serei entregue ao fantasma da derrota.

Serão quando as portas se fecharão

Imantando a passagem de um corpo em movimento contínuo

Em busca do prazer de viver

Mas que os outros corpos não deixam

Por serem todos muito egoístas em relação aos demais

Que não se figuram das suas partes.



Escrito por ZéSarmento às 11h18
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Sudeste, Homem, de 46 a 55 anos, Portuguese, Arte e cultura, Esportes
Outro -
Histórico
    Outros sites
      UOL - O melhor conteúdo
      BOL - E-mail grátis
    Votação
      Dê uma nota para meu blog